Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Running VS Science

You are a product of science You run Running is a gift of science Um blog científico cheio de curiosidades sobre a corrida, conselhos para melhorar a performance e entrevistas fenomenais a casos reais de pessoas comuns que venceram na corrida.

16
Fev17

#CasosReais - Pedro Monteiro

Nádia Santos

 

pedroespinhoss.jpg

 

O segredo do sucesso está muitas vezes no desafio que colocamos a nós próprios... E se há pessoa que se desafia todos os dias, esse alguém é o nosso entrevistado desta semana!

O Pedro inicou-se no mundo das corridas em 2016 como forma de aliviar o stress... No entanto, a sua paixão pelo desafio levou-o já a alcançar coisas fantásticas!

Desde um record nos 10km de 42min; a meia-maratona de Braga, o Pedro não fica por aqui... Próximo desafio: Maratona do Porto!

Fica a conhecer a sua história :) 

 

QUANDO COMEÇASTE A CORRER? O QUE TE MOTIVOU?

 

A corrida começou a fazer parte da minha rotina no verão de 2016 como uma atividade que, depois de um dia de trabalho, ajudava imenso a aliviar o “stress”. A partir daí acho que as coisas foram acontecendo como uma espécie de bola de neve =p

 

A TUA PROVA DE ESTREIA FOI NA CORRIDA EDP ESPINHO DE 10KM A 09 DE OUTUBRO DE 2016... O QUE TE LEVOU A TOMAR A DECISÃO DE PARTICIPAR? O QUE ACHASTE DA TUA PRIMEIRA PRESTAÇÃO?

Esta participação devo-a a uma colega e amiga do laboratório que se tinha mudado para Espinho e queria ir fazer a prova. No início estava um pouco reticente pois nunca tinha feito 10 km e não sabia como iria correr, mas ela lá me conseguiu convencer e acabou por ser uma otima sensação conseguir acabar a prova e divertir-me imenso a correr pelas ruas da minha cidade.

pedroedp.jpg

(Pedro na corrida EDP Espinho)

 

DE MOMENTO POSSUIS UM RECORD PESSOAL NOS 10KM DE 42min32seg NA SÃO SILVESTRE DE ESPINHO, UM TEMPO BRUTAL, ESPECIALMENTE PARA QUEM SE INICIOU NA CORRIDA HÁ POUCO TEMPO... COMO CHEGASTE ATÉ AQUI? QUAL O “SEGREDO”?

 

Considero que sou uma pessoa muito competitiva, principalmente comigo mesmo, tentando sempre chegar mais longe e conquistar mais objetivos, o que às vezes se possa tornar “perigoso” se não conhecermos os nossos limites...

 

pedrossespinho.jpg

 

COMO SÃO OS TEUS TREINOS SEMANAIS?

 

No início apenas ia fazendo corridas e variando o ritmo e distâncias e a verdade é que foi possivel ir melhorando assim. Agora costumo fazer 1-2 treinos de séries por semana e reforço muscular. Ao fim-de-semana tento fazer 1 treino mais longo :)

pedrogym.jpg

 

PARTICIPASTE ESTE FIM-DE-SEMANA NA MEIA-MARATONA DE BRAGA... PORQUE TOMASTE A DECISÃO DE TE ESTREAR EM FEVEREIRO DE 2016 E EM BRAGA?

 

Bom, tinha de começar a fazer treinos mais longos para o meu objetivo deste ano (falo disso mais tarde na entrevista :p). Já tinha alguns treinos longos, nas pernas e sentia-me bem comigo mesmo, e mais uma vez decidi arriscar :P Porquê Braga... Uma das vantagens de correr por outras cidades é que ficamos a conhecê-las um pouco e aqui funcionou da mesma maneira... Pouco conhecia de Braga e não fica assim tão longe, portanto foi juntar o útil ao agradável :)

 

pedromeia.jpg(A tão merecida medalha da Meia Maratona de Braga)

 

QUAL O TEU FEEDBACK DESTA PROVA? COMO TE SENTES EM RELAÇÃO À TUA PRESTAÇÃO?

 

Foi a minha primeira Meia-Maratona, portanto não queria arriscar muito, o mais importante era acabar a prova e divertir-me :) Na minha opinião achei uma prova difícil, com muitos altos  e baixos no geral, o que moeu bastante nas pernas (mas não matou ahah). Cheguei a ponderar em parar e desistir, mas fico contente por não o ter feito, baixei um pouco o ritmo acabei por ficar bastante contente com a prestação geral na prova :D 

 

A MEIA-MARATONA É O SONHO DE MUITOS ATLETAS. COMO TE SENTISTE AO CORTAR AQUELA META? QUE CONSELHOS DÁS AOS CORREDORES QUE PENSAM ESTREAR-SE?

 

Sem dúvida que me senti muito bem pois foi mais um objetivo conseguido com trabalho da minha parte! Se esse for um objetivo deles, que lutem por ele sem dúvida, com trabalho e paciência é possível :)

 

DE TODAS AS PROVAS QUE FOSTE, TIRANDO A MEIA-MARATONA, QUAL A QUE TE FICOU MAIS NA MEMÓRIA? E PORQUÊ?

 

A Family Race 2016 que estava inserida na Maratona do Porto sem dúvida alguma. O ambiente que se viveu durante a prova foi indescrítivel... Um enorme apoio vindo de fora e um enorme companheirismo entre atletas.... Sem dúvida um prova a repetir e que aconselho!

 

familyrace.jpg

(Pedro no final do Family Race com duas boas companhias :p ehehhe)

 

DECIDISTE PROPOR-TE A UM VERDADEIRO DESAFIO NESTE ANO DE 2017: A MARATONA DO PORTO. O QUE TE LEVOU A TOMAR ESTA DECISÃO?

 

Bem um dos fatores, como referi em cima, foi o ambiente vivido durante a Family Race. O outro fator penso que foi a procura por novos desafios pensei: porque não propor-me a mim mesmo a correr a Maratona?
Tenho consciência que tenho muitos meses trabalho pela frente, mas tenho confiança de que vou conseguir!

 

QUAIS OS OBJETIVOS PARA O ANO DE 2017 NO MUNDO DA CORRIDA?

 

Sem dúvida que o maior objetivo deste ano é a Maratona do Porto em Novembro! Gostaria também de melhorar alguns tempos, principalmente o dos 10 km’s - tentar baixar dos 40 minutos, e da Meia-Maratona :)

 

DE TODOS OS DESPORTOS DO MUNDO... PORQUÊ O RUNNING?

Bom... Já me disseram que as duas coisas mais malandras do mundo são a água e o vento – vão pelo caminho mais curto. Eu devo ser a terceira, pois a maneira mais fácil que encontrei de espairecer e descarregar as energias depois de um dia de trabalho foi... Correr (ahahah). Com o tempo foi uma paixão que foi crescendo e a vontade de me desafiar a mim mesmo para obter novas conquistas foi maior e recompensou, muito! Acima de tudo é importante sentirmo-nos bem conosco mesmo e neste momento eu sinto :)

 

 

 

#CasosReais – Nádia Santos – Entrevista a Pedro Monteiro – Se ele consegue, tu também consegues!

 

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D