Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Running VS Science

O objetivo deste projeto é incentivar o início ou a progressão neste desporto fantásico que é o Running, e ensinar através da ciência várias questões relacionadas com o mesmo :)

Running VS Science

O objetivo deste projeto é incentivar o início ou a progressão neste desporto fantásico que é o Running, e ensinar através da ciência várias questões relacionadas com o mesmo :)

25
Ago16

#CasosReais - O grupo Running Espinho

Nádia Santos

 

 

              

14101992_10154547280542376_1759852101_n (1).jpg(Fotografia do Vítor, Mário e Bruno, respetivamente da esquerda para a direita, ao pé do local do primeiro treino do Running Espinho, as escadas da Baía de Espinho)

 

Após ter partilhado convosco a minha experiência no Running Espinho, é altura de vos dar a conhecer um pouco melhor a sua história e dos seus criadores. Hoje, no #CasosReais desta semana, apresento-vos o Bruno, o Mário e o Vítor: os papás do Running Espinho!  =P

Fiquem a conhecer um pouco melhor as suas histórias e como o Running Espinho nasceu, cresceu e afectou as suas vidas para sempre!

De forma a conhecerem ainda melhor este grupo, podem assistir à reportagem da Sic NotíciasO meu grupo de corrida, onde o Running Espinho foi com muito orgulho destacado.

 

QUANDO COMEÇASTE A CORRER? O QUE TE MOTIVOU?

Bruno: Comecei a correr há 12 anos atrás com 15 anos de idade.

Mário: Já corro há alguns anos, e o que me motivou a correr foi libertar o stress e o controlo do peso dada a minha facilidade em engordar.

Vítor: Comecei a correr periodicamente no verão de 2012, por iniciativa própria e com o objectivo de melhorar a forma. 

 

JÁ ALGUMA VEZ TINHAS PRATICADO ALGUM DESPORTO ANTES DO RUNNING? SE SIM... QUAL?

Bruno: Sim, já tinha praticado Basket, Voleibol, Natação e Capoeira

Mário: Joguei  futsal e squash

Vítor: Sim, fui guarda-redes de futebol há alguns anos, mas nunca a nível profissional.

 

O QUE CUSTOU MAIS AQUANDO A INICIAÇÃO NA CORRIDA?

Bruno: A primeira dificuldade foi correr 20 minutos seguidos de forma fácil e confortável e após isso a adaptação aos treinos intervalados.

Mário: Como toda a gente a motivação em aumentar distâncias e resistência para essas longas corridas.

Vítor: Lembro-me perfeitamente no início custar-me imenso os quilómetros iniciais, onde só me apetecia desistir, já que não tinha motivação nenhuma!

 

COMO SÃO OS TEUS TREINOS SEMANAIS? PRATICAS ALGO MAIS PARA ALÉM DO RUNNING?

Bruno: Hoje em dia os meus treinos são apenas 3 a 4 semanais com um deles a ser de reforço muscular.

Mário: Treino habitualmente às segundas os percursos desenhados para as terças-feiras, às terças o Running Espinho, às quartas futsal com os amigos, à quinta ginásio ou descanso, e sábado futebol com amigos.

Vítor: Dependendo do trabalho e de compromissos que surgem, treino 3-4 vezes por semana, nos quais tento incorporar treinos curtos, treinos longos e treino de séries. Ocasionalmente também ando de bicicleta, para variar o treino e para o corpo não se habituar aos mesmos esforços.

 

QUE TIPOS DE PROVAS JÁ FREQUENTASTE ATÉ HOJE?

Bruno: Já fiz quase todo o tipo de provas desde trails, provas entre os 100 metros e a maratona. Pessoalmente só me resta fazer um triatlo como forma a testar novas sensações.

Mário: Provas de 10 km e meia maratona, e em Novembro espero conseguir concluir a Maratona do Porto.

Vítor: Já fiz várias provas, todas de 10km e em breve farei a Meia Maratona do Porto 2016, que será a minha estreia em provas longas. De todas as provas, destaco a minha primeira, a 1ª corrida de Espinho em Julho de 2013, onde pela 1ª vez senti o verdadeiro entusiasmo da corrida! 

 

AGORA A PERGUNTA QUE MUITOS LEITORES DEVEM ESTAR ANSIOSOS DE SABER A RESPOSTA... COMO SURGIU A IDEIA DO RUNNING ESPINHO? PORQUÊ CRIAR ESTE GRUPO?

RESPOSTA GERAL: Tudo começou com partilhas de conteúdos sobre corrida e boas práticas em Espinho e arredores por parte do Mário em 2014. O Bruno, que seguia a sua página assiduamente, achou interessante desafiar o Mário a criarem um treino de corrida em Espinho, já no ano de 2015. De forma a avançar com este projeto, o Mário convidou algumas pessoas de confiança e com gosto pela corrida para poderem avançar. O Vítor, apaixonado pelo running, não hesitou em oferecer a sua ajuda e colaboração. Assim, rapidamente se formou o grupo inicial do Running Espinho.

 

E DA IDEIA À PRÁTICA? COMO FOI TODO O PROCESSO?

RESPOSTA GERAL: Começamos por criar um evento no facebook, enviámos alguns convites e aguardamos pelo dia. Mais de 70 pessoas disseram aparecer no evento, no entanto não estavamos a contar com essa adesão no dia D.

 

ESTAVAM À ESPERA DA ADERÊNCIA QUE TIVERAM? ALGUMA VEZ PENSARAM QUE O PROJETO PODIA FALHAR?

RESPOSTA GERAL: A adesão desde o 1º treino do Running Espinho era sempre uma incógnita até ao próprio dia de cada um. Fazíamos a publicação dos treinos mas era tudo novo para nós, um tiro no escuro. Nunca se pôs a hipótese do projecto falhar, mas sim de nós não estarmos à altura dele! No primeiro treino, inclusive e como já dito na resposta anterior, tínhamos cerca de 70 pessoas que tinham colocado no evento que iriam aparecer. No entanto, não contavamos com tanta gente. Por volta das 20h55 estavam apenas mais 5 atletas nas escadas da Baía, nomeadamente tu (Nádia) que foste inclusive a primeira atleta a aparecer!!!. Na altura pensamos “Ok, vamos correr com os 5”. Para nosso grande espanto, às 21h estavam cerca de 75 atletas prontos para correr connosco.  Ficamos bastante felizes e ao mesmo tempo assustados devido ao elevado número de adesão. Felizmente e com um pouco de sorte, chegámos ao 1º aniversário deste projecto com mais de 300 pessoas a participar no nosso treino semanal!

 

ENTRETANTO O RUNNING ESPINHO JÁ CELEBROU O SEU PRIMEIRO ANIVERSÁRIO COM UM CRESCIMENTO EXPONENCIAL... QUAIS OS SEGREDOS?

RESPOSTA GERAL: Acreditar no projeto, um ambiente familiar entre todos os participantes, humildade, boa disposição ... Tudo o que o espírito #estamosjuntos acarreta.

13938430_584272088444738_4315596475175684762_n.jpg

 

EM VÁRIOS TREINOS FELICITAM OS VOSSOS ATLETAS DAS SUAS NOVAS CONQUISTAS... DE QUE FORMA A CRIAÇÃO DO RUNNING ESPINHO AFECTOU POSITIVAMENTE OS SEUS ATLETAS? CASOS REAIS?

RESPOSTA GERAL: Temos variados casos, entre os quais pessoas que começaram na caminhada e que agora são frequentes nos 10km, temos pessoas que desde que vieram ao Running Espinho já perderam 20/25kg (não basta vir aos treinos é necessário o complemento no resto da semana), pessoas sedentárias que agora são viciadas em desporto e vida saudável. Casos que se formos a analisar ao pormenor, nós nada fizemos apenas fomos o motivo que elas precisavam para se motivarem a elas mesmas.

 

CONSIDERAM-SE UM GRUPO DE AMIGOS QUE SE JUNTA PARA CORRER OU CAMINHAR... SENTEM QUE FIZERAM AMIGOS PARA A VIDA NESTE GRUPO?

Bruno: Penso que hoje em dia somos ambos (amigos que se juntam para correr ou caminhar e amigos para a vida); um grande grupo de mais de 300 amigos (que iniciamente nem pessoalmente nos conhecíamos grande parte) e também fizemos amigos para a vida.

Mário: Não tenho dúvidas!

Vítor: Sem duvida! Eu já conhecia o Bruno e o Mário, mas depois do início do projecto, naturalmente se criou uma amizade forte entre nós e entre as várias pessoas que fomos convidando para nos apoiar no Running Espinho.

 

PARA QUEM NÃO CONHECE O RUNNING ESPINHO... CONSTRUAM O SLOGAN PERFEITO PARA OS CONVIDAR

                                                              SFS.jpg

 

 

PLANOS PARA O FUTURO DESTE GRUPO MARAVILHA?

RESPOSTA GERAL: Mantermo-nos humildes, e aceitar e estudar as mais variadas sugestões, como o Running Espinho Girls, Treino para seniores, Running Espinho Kids, Treinos extra, coisas que vamos fazer de forma intercalar. Às Terças-Feiras manter a diversão e convívio! Os planos são muitos mas vamos com calma e com os pés assentes na terra, o mais importante é não perder a identidade inicial do grupo e aumentar a coesão do grupo, e o resto virá por acréscimo.

 

13438998_571229549748992_4552617727498702626_n.jpg#estamosjuntos

 

 

Espero que tenham gostado desta entrevista exclusiva e que acima de tudo se deixem motivar pelo espírito do #estamosjuntos, pertençam ou não ao Running Espinho.

Construam os vossos próprios desafios, as vossas próprias metas... Nunca é tarde para começar!

A iniciativa é a chave para tudo, como podem ver pelo caso do Bruno, do Mário e do Vítor :)

 

Caso queiram se juntar a este grupo fantástico, não se esqueçam... TERÇAS-FEIRAS ÀS 21h NA CÂMARA MUNICIPAL DE ESPINHO!

 

Boas corridas :)

 

#CasosReais - Nádia Santos - Entrevista ao Running Espinho