Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Running VS Science

O objetivo deste projeto é incentivar o início ou a progressão neste desporto fantásico que é o Running, e ensinar através da ciência várias questões relacionadas com o mesmo :)

Running VS Science

O objetivo deste projeto é incentivar o início ou a progressão neste desporto fantásico que é o Running, e ensinar através da ciência várias questões relacionadas com o mesmo :)

05
Jan17

#CasosReais - Fernando Lopes

Nádia Santos

15934766_1382617381811122_1829416936_n.jpg

 Foi no Trail que a paixão pela corrida surgiu no nosso primeiro entrevistado do ano de 2017! :D

O que começou por umas simples caminhadas, acabou por se tornar numa paixão pela natureza e camaradagem das provas de Trail em corrida. 

Mais do que isso, o Fernando estreou-se nas provas de estrada na 23ª São Silvestre do Porto, onde atingiu todos os seus objetivos pretendidos numa prova muito complicada! :) Uma excelente forma de terminar o ano de 2016 :D

O sonho do Fernando é continuar a realizar Trail e provas de estrada, mas acima de tudo correr uma prova inteira ao lado da sua querida esposa :)

Espreita já a sua história!

 

QUANDO COMEÇASTE A CORRER? O QUE TE MOTIVOU?

 

Eu comecei esta aventura pelas caminhadas nos Trails... O que motivou foi ver pessoas mais pesadas do que eu a correr nesses Trails, ao qual disse para mim mesmo “tu também  consegues!”. E assim foi... Comecei  a caminhar até Espinho e voltava para casa a correr... Até que comecei a correr mesmo... Passado um mês  ja estava a inscrever-me num trail...

 

ANTES DA CORRIDA JÁ TINHAS PRATICADO FUTEBOL... UM DESPORTO COLETIVO. COMO FOI A TRANSIÇÃO DESTE DESPORTO PARA O RUNNING? O QUE GOSTAS MAIS EM CADA UM DESTES DESPORTOS?

 

Sempre joguei  futebol desde pequeno, federado e popular... Não foi fácil pois ja tinha deixado o futebol há  5 anos... O que mais gosto no futebol é a união fora e dentro de campo...No Trail, o espírito  de camaradagem...

 

O QUE FOI PIOR AQUANDO A INICIAÇÃO NA CORRIDA?

 

As dores no corpo, pois foram 5 anos sem fazer desporto... Foi duro, mas depois o corpo habitua-se.

 

ATÉ HOJE, A MAIORIA DAS CONQUISTAS FORAM NO TRAIL... QUANDO COMEÇOU A PAIXÃO POR ESTE TIPO DE PROVAS?

 

Sim...Comecei por fazer duas caminhas em Trails... Tinha colegas do grupo que o faziam e pelo que me diziam era brutal! Então decidi experimentar, no qual fiquei logo apaixonado pela natureza e por tudo que envolve  o Trail...

 

15909766_1382617418477785_67309014_n.jpg15934564_1382617455144448_1367052612_n.jpg

(Fernando em algumas provas de Trail)

 

DE TODAS AS PROVAS DE TRAIL, QUAL OU QUAIS FICARAM NA MEMÓRIA E PORQUE MOTIVO?

 

O Trail dos 4 caminhos em Alfena! Duro, duro, duro!  Foi o meu segundo Trail, o outro foi o Trail dos amigos da montanha  em Barcelos. Muito bem organizado e nos últimos  kms era espetacular, muita gente a dar forças para acabarmos a prova... Além disso cheguei à frente do campeão nacional de ultra trail...kkkk :D

 

15879047_1382617501811110_1075030077_n.jpg

(Medalha da prova Trail Amigos da Montanha)

 

COMO TE PREPARAS PARA AS PROVAS DE TRAIL?

 

Nao tenho uma preparação específica... vou treinando na estrada e vou a alguns “free trails”. Mas nada de especial...

 

RECENTEMENTE, CONQUISTASTE A TUA PRIMEIRA PROVA DE ESTRADA: 23ª SÃO SILVESTRE DO PORTO. UMA PROVA DE 10KM DÍFICIL... MUITAS SUBIDAS, MUITA GENTE, MUITA CALÇADA... QUAIS ERAM OS OBJETIVOS PARA ESTA PROVA?

 

É  verdade...Foi a minha estreia numa prova de estrada! Uma prova difícil e dura para quem faz a estreia em provas de estrada... O meu objectivo era cortar a meta nem que fosse de rastos! O tempo nao me dizia nada o que me importava era chegar ao fim...

fernando.jpg(A merecida medalha da São Silvestre do Porto) 

 

QUAL O FEEDBACK DA SS PORTO? CONSEGUISTE ALCANÇAR OS OBJETIVOS?

 

Foi uma prova espetacular...Dura, mas linda! ver tanta gente a correr pelas ruas da cidade... Claro que alcancei  os meus objectivos, a correr no meio de tanta gente tudo se torna mais facil :D

 

COMO SÃO OS TEUS TREINOS SEMANAIS?

 

Os meus treinos são muito básicos... Tento fazer percursos  planos e outros com subidas. Mas como treino sozinho faço  poucos kms...

 

QUEM SÃO AS TUAS INSPIRAÇÕES NA CORRIDA?

 

As minhas inspirações são opessoal do meu grupo, pois são eles que me deram e dão forças...Depois há dois verdadeiros campeões que me inspiro neles, o Ricardo Viseu e o Luís Costa. São duas grandes fontes de inspiração para quem começa nestas aventuras de bem estar para a saúde.

 

QUAIS OS OBJETIVOS PARA 2017?

 

Os meus  objetivos são treinar em grupos, fazer mais provas de trails e de estrada... Mas o principal  objetivo é fazer uma prova com a minha mulher Patrícia Amorim, desde  início até ao fim da prova!

 

P.S : Obrigada Nadia por esta oportunidade... :)

 

 

 

#CasosReais – Nádia Santos – Entrevista a Fernando Lopes – Se ele consegue, tu também consegues!